Traduzir esta página

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

CRÔNICAS DA VIDA REAL: PAPAI NOEL EXISTE (FELIZ NATAL)



Há alguns anos, percebi um de meus filhos chorando ao chegar em casa na véspera do Natal. Aproximei-me dele cautelosamente, envolvendo-o num abraço fraterno, e seguiu-se o seguinte diálogo: 



- O que foi filho? 

- Disseram-me na escola que Papai Noel não existe. São Você e Mamãe que deixam os brinquedos, depois que a gente dorme. É mentira, não é papai? 

- Sim, meu filho, é mentira. Papai Noel existe. É como um velhinho de barbas brancas, gordinho e (...) 

- Eu sei papai (interrompendo-me). Eu sei como ele é. Mas é verdade que são Você e Mamãe que colocam os brinquedos embaixo da árvore??? 

- Sim filho, nós também. Mas Ele existe, mesmo sendo criação dos homens pra que a esperança de dias melhores nunca se acabe. 


Há dias de fé e dias de descrença durante nossas vidas: Enquanto somos crianças acreditamos no “bom velhinho”. Quando ficamos adultos admitimos a ficção. Mas quando nos tornamos pais/tios/avós incorporamos e personificamos a LENDA. 


Pode ser que no dia-a-dia não acreditemos na sua essência. Mas a chegada do Natal transforma os corações e muitos não vêem a hora de se cobrir de vermelho e depositar mimos sob a árvore. 


É bom que a cada ano nos emocionemos com nossas crianças agradecendo a Jesus e a Papai Noel por terem trazido brinquedos. E prometendo um próximo ano melhor que este, repleto de boas ações, bons estudos e muito amor aos pais. É essencial que esse “espírito” sobreviva aos tempos e se espalhe pelos corações. Que o natal seja sinônimo de COLHEITA dos bons frutos cultivados durante todo o ano, inspirando-nos no “espírito do natal” e na perseverança e convicção das boas crianças. 

E que nossos filhos descubram, gradativamente e sem traumas, que Papai Noel é Você, sou Eu, somos Nós. E alimentem a fé e a esperança de que, um dia, eles mesmos O serão. 

FELIZ NATAL A TODOS (Mozart, Margareth, Lucas/Louise, Mateus e Tiago).



A LENDA: Papai Noel foi inspirado em São Nicolau Taumaturgo, arcebispo de Mira na Turquia, no século IV, que ajudava, anonimamente, pessoas com dificuldades financeiras. Em 1822, o norte-americano Clement Moore escreveu o poema "Uma visita de São Nicolau", no qual o personagem é descrito passeando em um trenó puxado por oito renas, com um saco de brinquedos nos ombros. O primeiro desenho retratando Papai Noel foi feito por Thomas Nast e publicado no semanário Harper's Weekly em 1866. Assemelhava-se a um duende, embora já descesse por chaminés para deixar presentes. O visual atual foi criado pelo sueco Haddon Sundblon em 1931, a pedido de uma companhia de refrigerantes, e foi inspirado em um vendedor aposentado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário